Como limpar e fazer a manutenção dos pavimentos intertravados


A exposição do pavimento intertravado de concreto às condições ambientes, como em todos os outros tipos de pavimento, acaba criando uma camada de sujeira no paver, modificando suas cores e sua aparência inicial.

A limpeza do pavimento em paver pode ser feita de maneira convencional, utilizando vassoura de cerdas duras plásticas para esfregar, sabão e água. Caso tenha a possibilidade de usar água quente no processo, facilitará a remoção de sujeiras no material.

O uso de lava-jatos também é permitido, desde que não se direcione o jato às juntas, evitando assim a perda de areia de selagem.

Para a manutenção do pavimento, é importante verificar anualmente se as juntas de selagem estão totalmente preenchidas, pois o travamento adequado do paver depende deste fator. Neste caso, é necessário preenchê-las novamente com areia.

Como limpar (e manter limpos) os pisos intertravados

Qualquer superfície se suja, mesmo que seja apenas pela acumulação de poeira da atmosfera. Quanto mais horizontal a superfície, maior é a acumulação de pó e a possibilidade de sua aderência quando ocorre umidade. Mesmo os vidros verticais das fachadas de edifícios se sujam, fenômeno que se incrementa quando estão inclinados ou expostos à intempérie. A rugosidade da superfície também acentua a possibilidade de acumulação de dejetos e de mais sujeira. Trata-se de um processo passivo, que pode ser agravado por dois fenômenos adicionais: a relação de durezas entre os materiais – que faz com que o mais frágil se desgaste por fricção e deixe depósitos sobre o mais duro; e a relação entre as cores destas massas, que faz com que a massa mole manche a massa rígida.

Os agentes externos também podem atuar por aderência ou pelo derramamento (ou possível infiltração) de líquidos e materiais pastosos que caem sobre as superfícies, infiltram-se sob a peça e alteram a cor em função da saturação dos poros, no caso de ambas as cores serem diferentes. Um piso ou pavimento com blocos intertravados de concreto, que está em posição quase horizontal e, em geral, exposto às intempéries, é o pior cenário para a sujeira passiva.

Quando as chuvas são escassas ou não existe a manutenção (lavagem) de ruas, calçadas e praças, as superfícies adquirem uma pátina com cor cinza característica. Um cidadão comum não percebe o fato, mas um pavimento de asfalto quando novo é negro brilhante. Depois de um tempo, fica cinza escuro. Já um pavimento de concreto, que quando novo é cinza bem claro, depois de um tempo, fica cinza escuro, podendo chegar ao mesmo tom do asfalto. Assim, um pavimento com blocos de concreto pode sofrer o mesmo processo, ficando tão escuro como o asfalto, ou mais claro que o concreto comum.

Fonte: maski.om.br